quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Diario do Pedrinho _Internação

E começam os blocos de internação.

Estamos no IPPMG, viemos pra cá no dia 25/09, um dia após nossa ida ao INCA.
No domingo Pedro apresentou umas bolinhas vermelhas pelo corpo, e teve febre.
Só quem é mãe de uma criança que faz tratamento contra a leucemia sabe; O que mais nos assusta, o que mais nos deixa em pânico, e a única coisa que faz arrumarmos nossa mala antes de alguém falar qualquer coisa é a febre.
As crianças que fazem esse tratamento não podem ter febre, sempre que isso acontece elas ficam internadas. Porque febre é sinal de infecção, alguma bactéria entrou onde não deveria.
E nosso fim de domingo foi na emergência do IPPMG.
Foi a primeira vez que Pedro apresentou esse tipo de complicação no tratamento, e também foi a primeira vez que precisamos ficar na emergência. Foi terrível.
Demos entrada na emergência porque as crianças da hematologia não podem ser recusadas, mas estava fechada. Estava super lotada, não tinha mais vaga, alias não tem, as enfermarias também estão lotadas.
Pedro estava com suspeita de catapora e precisava ficar num isolamento que o hospital não tem. Então ficamos no isolamento da emergência. Em questão de horas as bolinhas viraram bolhas, e elas estouravam porque o Pedro estava se mexendo muito e tentava coçar, o ar condicionado não estava ligado. Eu não sabia o que fazer, meu filho estava sofrendo, com dor e coceira, e ninguém fazia nada, eu pedi que ligassem o ar, mas falaram que era assim mesmo,  Pedro suava, e o suor escorria pelas bolhas que tinham acabado de estourar...Meu filho estava sofrendo. Minha vontade era de pega-lo e leva-lo pra casa, mas não podia nem passar pelos corredores devido a quantidade de crianças que estavam fora do isolamento, mas de frente pra gente. E os mesmos profissionais que mexiam nas outras crianças mexiam no Pedro, então nada adiantava ficar no isolamento.
Divulguei a situação pelo Twitter, e começaram a dar muito apoio pra gente, foi então que alguém "influente" ligou para o hospital e em questão de minutos tudo mudou. O ar condicionado foi ligado, um enfermeira apareceu e finalmente meu filho conseguiu se tranquilizar e dormir.
No dia seguinte, foi descartada a suspeita de catapora, e confirmada uma reação alérgica a picada de inseto. Antes do horário do almoço estávamos sendo transferidos para a enfermaria H.
Os médicos examinaram, colheram amostras de sangue, e liberaram o Pedro para fazer o primeiro bloco de quimioterapia internado.
O Pedro terá que fazer isso por seis vezes, cada internação irá durar seis dias. Durante a internação Pedro faz varias quimios diferentes, e fica ligado a bomba o dia todo, recebe proteção para os rins, e soro salinizado para urinar.
Uma das quimios pode causar um tipo de hemorragia nos rins. Então ele precisa estar muito bem hidratado e urinar muito, mas muito mesmo.
Na terça feira Pedro fez a Punção Lombar e o Mielograma. Ele esperou por 13 horas em jejum para fazer esse procedimento, eu não estava no momento que começaram a fazer, o Pai estava com ele. Foi a primeira vez que o Pedro foi sedado sem que eu estivesse com ele. Me deu muita raiva saber que haviam começado o procedimento sem mim. O Pai do Pedro, nunca havia ficado com ele durante esse tipo de procedimento, e ele passou mal. è um procedimento tão agressivo, que mesmo sedado o Pedro se mexe. Parece que estão machucando muito ele.
Em alguns momentos as lágrimas escorrem no rostinho dele sem ele ao menos fazer barulho ou abrir os olhos. Tenho certeza que meu filho sente dor, mas ele está sedado, não consegue me dizer, mas consegue chorar, em silêncio, mas chora...
Só em escrever isso aqui e lembrar de tudo o que meu filho passa, me apertada o coração, sinto um gelo por dentro, uns sentimentos confusos, e uma culpa incontestável.
Quando o Pedro saiu do procedimento, eu pedia muito a Deus que acalmasse meu filho, porque a punção lombar é o procedimento para se injetar a quimio dentro da medula, é aquela que o Pedro não pode levantar por 1 hora, e incrivelmente ele continuou sedado, e dormiu por quase 2 horas, sem gritar ou tentar se levantar, ele apenas dormiu.
Quando o Pedro acordou, já levantou pedindo comida e suco, e comeu tudo que foi servido pra ele e se tivesse mais ele tinha atacado !
É um grande alivio saber que depois de tanta coisa ele se senta e se alimenta, meu filho está bem !

E começaram as quimios.

Na terças feira, as 10 da noite Pedro recebeu a primeira dose da quimio chamada MTX , a que ataca os rins, e eu não tinha noção de como ela era.
20 minutos após receber a quimio meu filho foi ficando triste, deitou na cama, e ficou olhando pro nada, o olhar dele parecia perdido, não era o Pedro.
Pedro olhava pro teto, e fechava os olhinho por alguns momentos, e eu só podia observar. Chamei meu filho pelo nome, e ele não me olhava, entrava na frente dele e ele desvia o olhar, não queria me ver.
Pedro não fazia nada, ficou ali, parado, com o olhar vazio, com um olhar de tristeza... eu nunca pensei na minha vida que um dia iria ver a tristeza nos olhos do Pedro. Eu fiz tudo que pude pro meu filho sorrir pra mim, mas não consegui.
As 22:40 Pedro começou a ficar muito pálido, tirava a chupeta e me entregava, resmungava e colocava a língua pra fora como se tivesse alguma coisa presa nela. Meu bebê começava a sentir o primeiro enjoo da vida dele.
Pedrinho começou a ficar inquieto e agressivo porque ele não sabia o que era aquilo, ele levantava a cabeça, deitava, virava, chutava as coisas, jogava outras no chão...
Fechei meus olhos, coloquei minhas mãos no meu filho:
_ Senhor, humildemente te peço, imploro pela tua ajuda, e me prostro diante de ti. E na autoridade do teu nome, eu não aceito que nenhuma reação ruim desta droga venha interromper a felicidade do meu filho. Eu repreendo toda tristeza, angustia, enjoo e qualquer sensação que impeça  meu filho de sorrir. Eu não aceito isso na vida do meu filho. E eu declaro a alegria, paz e alivio pro meu filho em nome de Jesus.

Quando abri meus olhos o Pedro estava de olhos fechados, eu fiquei ali observando e admirando a beleza do meu pequeno...o Pedro havia adormecido.
Durante a noite eu troquei o Pedro por 12 vezes e 2 vezes o lençol do berço.
Pedro estava urinando muito. Graças a Deus.

Hoje pela manhã, fui acordada com o sorriso mais lindo do mundo...com as mãos mais delicadas tocando meu rosto, com a voz mais suave
_" mamanhê , mamã ! "
Nunca fiquei tão feliz em ser acordada as 5:40 da manhã...

É esse sorriso que ilumina a minha vida

Obrigada Senhor por está sempre do nosso lado nos amparando, e na nossa frente nos guiando e nos dando capacidade de passar por tudo isso sem esquecer que só Tú És Deus.



                                        Alegria da minha vida!!!! Brincando na enfermaria H

13 comentários:

Juanna disse...

Confia Julia, Deus é contigo e com Pedrinho também!!!
Estamos na torcida.

Cristina disse...

Minha querida: DEUS PROVERÁ! Estou plenamente na torcida por seu filhote lindo, e hoje estarei olhando por ele. Que os anjos do Pai estejam com o Pedrinho em todos os momentos! Tudo há de ficar bem! Muitos bjs e muita força!!!

Soraya Pamplona disse...

Andar com fé eu vou, que a fé nao costuma falhar ♫♪ Melhoras para o Pedrinho e um bjo pra vc

stefani disse...

força JULIA DEUS é contigo

Kamila Marques. disse...

A palavra mais forte se faz do clamor da mãe. Maria, clamou por seu filho e assim deve ser! O poder da mãe é sobrenatural e JULIA! Peço força pra ti, pro teu baby e pro teu marido! Estamos sempre na torcida! Fique sempre com DEUS!

thaisfernandesrc disse...

Continue sendo essa mãe forte e guerreira que você é... te admiro muito e imagino todos os sentimentos que passam na sua cabeça num momento desse...
Muitos abraços de amizade em vc e no Pedrinho.

gisele disse...

Só o clamor de uma mãe, em momento de angústia e desespero, utilizado com toda fé, é sem dúvida o melhor remédio!!! DEUS ESTÁ COM VOCÊS!!!
O nosso Deus é o Deus do impossível!!!

Apaixonadas por Livros disse...

Querida sei que é muito ver umfilho sofrer,principalmente quando se trata de um cancer.Mas o SEnhor nos prova de diversas maneiras:nossa paciencia,nosso amor,nossa humildade no trato de outras pessoas,nossa persistencia,perseverança.Creio que seu filho possa ser curado pelo Poder do Senhor Jesus Cristo,persevere na oração,e creia que quando seu filho esta sedado ele não sente dor alguma,e tambem tome cosciencia que seu marido sente a mesma coisa que voce,não tente ser a heroina pois quando voce se casou formaram um so corpo.Quando chegar na emergencia ore ao Senhor e entregue a equipe que ira atender o seu filho, voce verá que tudo ira fluir melhor,porque,o Senhor Jesus prepara O CAMINHO E ABRE AS PORTAS. bEIJOS E CREIA NO sENHOR.

Karoline Ventura disse...

Olá mamãe do Pedrinho e olá anjinho. Estou admirada com a luta de vocês. Estou admirada com esse lindo garotinho, que mesmo com tantas dificuldades e mesmo através de fotos, consegue transmitir tanta alegria, harmonia e amor.
Eu ainda tenho 17 anos, portanto não posso me tornar uma doadora. Mas 2012 vai ser um ano de bençãos, e assim como o Pedrinho irá conseguir um doador com a graça de Deus, eu também me tornarei uma e poderei ajudar vários outros Pedrinhos por esse país.
Estarei aqui, rezando por vocês e tenho a certeza que Deus não esqueceu dele. Ele não falha, ele prepara as coisas com calma e tudo vem na hora certa. Continuem na fé, na perseverança e no amor. Tenham a certeza de que a família de vocês está se tornando um exemplo para todos, inclusive e essencialmente para mim. Se tornaram exemplo de força, de garra, de fé, de perseverança, e acima de tudo, de amor.
Pedrinho, estou aqui, torcendo por você e tenho certeza que tú irá conseguir.
Um grande abraço, e fiquem com Deus, que é eterno Pai todo poderoso!

Anônimo disse...

Que Deus esteje com voceis sempre,que Deus ponhe as mãos no pedrinho em todos os momentos de provaçoes em que voceis estão passando,sou mãe e tenho muito mais muito medo dessa doença,ja passei por isso em minha família perdi minha irma com esse mesmo diagnóstico aos dezesseis anos foi o pior momento de nossas vidas ela ficou nove meses doente,e foram nove meses de hospital ,ela nao teve chance de cura.
Eu gostaria de saber se uma pessoa que teve na família alguem com leucemia pode ser um doador de medula .
Vou estar sempre rezando pelo Pedro em minhas horações Deus ha de te dar o conforto e a força que vc prescizar sempre sei que é difícil não foi facil eu ver minha irma doente imagina vc mãe ja fazem 12 anos e sempre que fico sabemdo de alguem doente volta tudo como se fosse hoje Deus te de forças em nome de Jesus Amem.

Karina Sgobin disse...

me emocionei muito com a sua historia , mas confia ke deus assim fará, bjs enorme no coração .

Karina Sgobin disse...

cofie em deus amiga pois a sua vitória esta perto eu creio, enorme bjs no seu coração estou na torcida karina.

interessante disse...

Júlia Deus é fiel para cumprir todas as promessas que ele tem em nossas vidas ,creio que ele está tratando o Pedro com muito carinho,que essa fase vai passar,que Deus vai restaurar sua saúde e a cada dia fortalecer sua fé.
sou doadora de sangue e já fiz minha doação de sangue pra saber se posso doar pra médula ...estou no banco de reserva esperando.
vou ficar intercedendo pelo Pedro e se Deus quiser vai dar tudo certo.