sábado, 1 de outubro de 2011

Diário do Pedro _ Tudo acontece

Sabe quando você acha que as coisas começaram a se acalmar, afinal, você já tem sofrido demais? Eu realmente achei que essa internação seria menos difícil, menos dolorosa. Os blocos de internação, pra mim, já era sinal de que já estava mais perto do fim.
Quando fomos avisados que o Pedro ficaria internado para fazer o 1° bloco, eu não fiquei nervosa, eu fiquei aliviada. Pense: "Agora só falta mais 5, já estamos acabando "...
Se tudo o que acontece com o Pedro eu fosse me desesperar já teria perdido os sentidos e a sanidade.
Tem horas que é inevitável não perguntar pra Deus o porque de tanta luta, de tanta dor.
Eu choro, eu peço, eu oro, eu grito e até ordeno. "Senhor, me dê forças... Está cada dia mais difícil isso tudo ".
Minha dor está ficando palpável, eu não consigo controlar. E tenho medo do que esses sentimentos podem me trazer. Não posso enfraquecer agora.
Quando as coisas pareciam controladas, começa mais uma surpresa, mais uma dor, mais uma luta.
Ontem eu acordei meu filhinho pra sentir dor...Meu Deus até quando isso?!
Quando eu fui colocar o termómetro para verificar a temperatura do Pedro, percebi que ele estava completamente molhado. Meu coração ficou gelado.Ali eu já sabia, o cateter do Pedro estava vazando.
Pedro conseguiu com muita luta colocar um cateter totalmente implantado, e desde o começo disso ele tem sido torturado com esse cateter que era pra facilitar o tratamento.
E agora mais coisas acontecem.
Depois de ver que o Pedro estava molhado, chamei a enfermeira, e ela disse: "Mãe vamos ter que tirar o curativo pra dar uma olha ".
Eu já vi isso...sabia que iriam começar a machucar meu filho. Eram 9h da noite, e eu estava acordando meu filho.
Levei o Pedro pra sala de procedimento, e ele ainda sonolento, sentou na maca, e chamou o "tatai ", eu disse pra ele que o "tatai" tinha saido mais já iria chegar. Mas na verdade isso só aconteceria no dia seguinte.
Pedro ficou sentadinho enquanto tiravam o curativo, logo depois tivemos que deita-lo, e ele fica muito nervoso quando deitam ele, porque ele já sabe que vai sentir dor. A enfermeira viu que o cateter estava vazando, retirou a agulha, e teve que ativar de novo, ou seja, teve que fazer outro furo onde já estava machucado. Já se passava da 1h da manhã, quando avisaram que teriam que fazer o acesso periférico, na veia mesmo, porque o Pedro precisava tomar medicações pela veia as 2h da manhã.
E lá vai eu, levar meu filho pra ser furado.
O que mais me doí e que ele não tira os olhos de mim, ele segura a minha mão, me olha nos olhos e balança a cabeça dizendo que não...Mas como eu posso impedir isso?
Eu canto pro Pedro se acalmar, e por ele estar segurando minha mão eu sinto quando ele está sentindo dor, ele me aperta, chega a ficar tremulo.
Meu Deus até quando?!
Isso está me matando.
Hoje pela manhã o cirurgião veio ver o cateter do Pedro. E confirmou, o cateter precisará ser trocado !
Inevitável não pensar...isso está cada vez mais difícil. Meu filhinho não consegue ter um pouquinho de paz, um sossego, uma tranquilidade. Sempre tenho que leva-lo pra ser machucado...É muito difícil isso tudo.

Agora o Pedro precisará trocar o cateter, passar por uma nova cirurgia e trocar por um semi-implantado, aqueles que ficam pendurados no peito.
E alguém por favor me diz, como que vou conseguir manter aquilo no lugar?. Como eu vou evitar, que meu filho esbarre em alguma coisa, ou até mesmo puxe aquilo? Eu não sei ! além de tudo vou ter que controlar as brincadeiras do Pedro, o banho, as corridas, os pulos, as dancinhas, e até os abraços.

Eu só queria poder levar o meu filhinho pra casa e não precisar voltar mais
Eu só queria deixa-lo dormir de bruços sem precisar vira-lo pra que ele não presione o cateter;
Eu só queria deixa-lo brincar com outras crianças sem correr o risco de se contaminar por coisas simples;
Eu só queria deixa-lo colocar a mão num bichinho, na terra, no mato;
Deixa-lo colocar a mão na boca;
comer uma besteira na rua sem se preocupar se isso vai causar uma infecção; andar com ele sem se preocupar se o sol vai manchar a pele dele;
poder leva-lo em festas de crianças;
poder andar com ele de bicicleta na rua;
poder deixar se lambuzar com a comida preferida;
Queria poder sair sem olhares, contar pras pessoas apenas como ele passou o dia bem, não sobre o tratamento de quimioterapia;
Queria fugir com meu filho pra um lugar onde tudo fosse mais simples, onde a felicidade não fosse controlada, onde a alegria fosse obrigatório, e onde ele pudesse ser o Pedro que é...sem limites...apenas o meu filho !

O que pra você é motivo de gritar com seu filho, pra mim era tudo o que eu queria agora, deixar meu filho livre pra ser apenas uma criança, como deve ser...

11 comentários:

Anônimo disse...

Mamãe do Pedro eu imagino como essa situação esteja sendo dolorida, e rogo a Deus força pra vc, pro seu marido e principalmente pelo Pedrinho. @sbalesteros

Cynara Benarrós disse...

Mãezinha do Pedro, suas palavras nos fazem compartilhar com você tudo o que você sente, nos fazem ter idéia da dor que você está sentindo, embora não tenhamos certeza porque não temos como saber. Fico muito triste quando conheço histórias de crianças que sofrem tanto assim, meu coração fica apertado porque também tenho filhos e não imagino nenhum deles passando por isso. O que me deixa mais triste é não ter o que fazer mais do que orar pra pedir o alívio das dores e a cura... Pode crer que as orações são muitas e a fé que tudo vai dar certo também. Não esqueça que você é a pessoa com quem o Pedro pode contar pro resto da vida. Tem o direito de se desesperar, ficar triste, desanimada, mas não pode desistir nunca. Sinta que o Senhor está sempre ao seu lado e segurando na mão do Pedro também. Um abraço.

Anônimo disse...

Impossível não se emocionar com cada um de seus relatos... Tenho um bebê de 1 ano e 6 meses e fico imaginando que se fosse conosco eu talvez não tivesse toda essa sua estrutura psicológica.... Por mais que ás vezes se sinta fraca tenha certeza que outra mãe em seu lugar provavelmente não teria forças para lutar como você faz por esse seu presente de Deus.... Hoje em dia lembro muito de suas historias antes de perder a paciência com meu bebê e agradeço todos os dias a Deus por sua saúde!!!! Obrigada pela lição de vida que você compartilha com todos!!!! Força a todos dessa família iluminada... Deus está com vocês... e logo logo teremos notícias boas do Pedrinho... Tenho certeza!!!!!!!!!!!
Tatiane - @TatianeViolante

cris disse...

Nossa,é impressionante como me vejo em todos esses momentos seus.Sei que é difícil passar por tudo isso e não se sentir pequenininha,fraca,sem poder fazer praticamente nada,a não ser dar amor,amor e amor!Saiba que você é o porto seguro do Pedrinho,aconteça o que acontecer e em vc que ele vai confiar sempre é o seu colo que ele vai querer toda hora,é da sua mão que ele vai querer carinho;mesmo ele sendo levado por você para todos os procedimentos o amor dele por você só vai aumentar a cada dia e a felicidade de abrir os olhinhos e te ver do lado dele sempre é o que com certeza renova as tuas forças.Então Julinha, continue forte,mesmo que as vezes seja inevitável questionar a Deus,é só nele que podemos confiar!
Conte comigo querida pra tudo!
Sábado vou ao INCA fazer a doação de sangue e levar os brinquedos,já marquei com a Carolina e aí vamos nos conhecer!
Fé,paz e bem!
Forte abraço

SANDRA FRANCO disse...

Pedro hoje voce ainda e bem bebezinho, mas um dia voce vai lembrar de que tudo passou e que voce e um ser humano Feliz e cheio de saude , Sabe o por que? Porque Deus me da no coracao a certeza de que voce ja encontrou seu ou sua doadora!!! Deus esta comandando e quando ele comanda e para sempre so vitorias.....estou orando para ser a sua doadora a tia Sandra sera muito realizada se conseguir te ajudar!!!! Nao se esqueca que te Amo....

Anônimo disse...

Mãe, difícil naum se emocionar com tudo que leio...peço a Deus que amenize seu sofrimento e do Pedro! Sou mãe, e não consigo imaginar esta dor taum grande. Só Deus para nos ajudar e dar forças! Confie!!!!

Claudia Katalyne disse...

Mãe! imagino o quanto é doloroso ver os nossos filhos sofrendo, sentindo dor. Mas eu creio em um Deus de milagres, um Deus do impossivél.
Creia que Deus já está no controle. Ele é fiel sempre!.
Estrei orando pelo Pedro.
Fica com Deus
E força mãe!

Com carinho!
Claudia Tavares
meu blog: marianatesouro.blogspot.com

Alberto dos Santos disse...

Eu sei que talvez você irá me interpretar muito mal, mas depois de 5 anos inteiros de estudos, juntamente com o Soy Tu Hermano... Descobri que para obter respostas, puras, claras... Você além de fé, precisa abrir sua mente, se é que me entende... Abrir de verdade, abrir até chegar em outro ponto de vista... E o único meio, natural de se fazer isso, sem correr risco de vida, risco de uma psicodelia "louco"... É fumando um pouco de maconha (um pouco mesmo)...
Não rejeito o que eu lhe disse isso, pois pode lhe afirmar que não foram cinco anos em vão que estudei e me dediquei... Tudo tem benefícios, mas também malefícios quando ingerido "cronicamente"... Então apenas estude, e se precisar de ajuda para estudar o que lhe disse agora, pode contar comigo e com o Soy Tu Hermano.
http://soytuhermano.blogspot.com/

Anônimo disse...

Julia e Vando, sei que a luta é grande e a dor de ver seu bebê mais que lindo sofrendo é insuperável...
Quero que saibam que eu e meu esposo estamos rezando muito à Deus e pedindo muito pela melhora do Pedrinho...
Desde que tomamos conhecimento da história do seu bebê, todo o momento que paramos um pouquinho na internet tentamos divulgar um pouco mais o blog... E vamos continuar nesta corrente em busca da cura do Pedrinho que com fé em Deus vai acontecer em breve...
Gostaria muito de ir junto com os outros amigos do Pedrinho para o cadastro, mas nós dois trabalhamos aos sábado e talvez não conseguiremos a folga... Mas tenha a certeza de que iremos nos cadastrar assim que possível...
Júlia, eu realmente não sei dizer belas palavras de conforto, mas sei que minhas orações podem chegar até o teu coração... então continuarei aqui a rezar por vcs... Que Deus te ilumine ainda mais, tenha muita força e Fé e como muitos com certeza já te disseram, jamais desista... Em breve você voltará a sorrir com seu bebê lindo correndo por aí...
Fica com Deus!!!
Ah... Quero uma blusa... Vou te ligar durante a semana...

Fé...

#Ceyça#

Anônimo disse...

JULIA!!!
VC está nas minhas orações !!!
Confie em Deus e não em si mesmo e Ele o guiará. A Bíblia diz em Provérbios 3:4-6 “Assim acharás favor e bom entendimento à vista de Deus e dos homens. Confia no Senhor de todo o teu coração, e não te estribes no teu próprio entendimento. Reconhece-o em todos os teus caminhos, e ele endireitará as tuas veredas.”

Mesmo caminhando entre espinhos e com muitas pedras nos caminhos continue caminhando com coragem e confie no poder Daquele que é maior, ele vai dar a cura para o pedrinho!!!

fica com deus!!!

Cantinho da Lola disse...

ORO TODOS O DIA PELA A VIDA DO PEDRINHO E A DE VOCÊS TAMBÉM!